Enfermeiros de família – olhares e sentidos à práxis cuidativa

Autores

  • Emanuelle Caires Dias Araújo Nunes
  • Luzia Wilma Santana da Silva

DOI:

https://doi.org/10.23925/2176-901X.2011v14iEspecial9p55-73

Palavras-chave:

Família, Cuidado, Enfermagem

Resumo

Diante das novas configurações de família na contemporaneidade, o cuidado de enfermagem envolve-se numa teia relacional para a sua práxis. O estudo objetiva conhecer os sentidos atribuídos por enfermeiros da Estratégia da Saúde da Família (ESF) a partir de sua práxis cuidativa. Fundamentado na transpessoalidade e na abordagem sistêmica. Estudo qualitativo cuja coleta de informações envolveu multitécnicas. Os resultados evidenciaram a necessidade de cuidar a família intersubjetivamente e em sua complexidade existencial-relacional.

Biografia do Autor

Emanuelle Caires Dias Araújo Nunes

Enfermeira. Mestre em Enfermagem e Saúde – PPGES/UESB. Bolsista CAPES. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem, UFBA-Campus Vitória da Conquista, BA. Membro do Núcleo Interdisciplinar de Estudos e Extensão em Cuidados à Saúde da Família em Convibilidade com Doenças Crônicas – NIEFAM/UESB. Linha de Pesquisa: Família em seu Ciclo Vital.

Luzia Wilma Santana da Silva

Enfermeira. Doutora em Enfermagem – PEN/UFSC. Professora Adjunto do Departamento de Saúde-UESB e docente do PPGES-UESB. Coordenadora NIEFAM/UESB. Linha de Pesquisa: Família em seu Ciclo Vital. (Orientadora).

Downloads