Significados da violência na velhice: narrativas e a autopercepção de idosos participantes em um centro de convivência no município de São Paulo (SP)

Ludgleydson F. Araújo, Henrique Salmazo da Silva

Resumo


O objetivo desse estudo foi identificar e descrever os significados da violência e maus-tratos contra a pessoa idosa entre seis participantes de um grupo de convivência do município de São Paulo/SP, bem como identificar o conhecimento dos mesmos sobre as disposições do estatuto do idoso a respeito da violência e abandono na velhice. A pesquisa foi composta por entrevistas semi-estruturadas, com questões abertas e analisadas qualitativamente. A descrição dos casos de violência incluiu questões como: a falta de respeito nos transportes públicos; os casos noticiados pela mídia; e os conflitos familiares. Embora os participantes tenham reconhecido as sanções penais previstas no Estatuto do Idoso, mencionaram a necessidade de reconhecer o idoso como um sujeito de direitos e deveres para a formulação de políticas públicas e de assistência, assegurando a autonomia e a capacidade de decisão do idoso.

Palavras-chave


Idoso; Violência; Autonomia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2011v14i2p47-61

Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.