Arte para o consumo: pós-modernidade, marketing e estetização do capitalismo tardio

Benito Maeso

Resumo


As transformações sociais, culturais e econômicas que assinalam a crise da Modernidade sugerem a eliminação de um discurso totalizante em prol de identidades múltiplas e diferenças livres, um processo que também ocorre no campo artístico. Mas a derrubada das metanarrativas deixa um vácuo aberto para que outras formas e linguagens assumam seu lugar como explicações totais do mundo. O trabalho busca investigar de que forma a apropriação das linguagens e signos ditos artísticos pelo marketing e publicidade são um sintoma de que estes últimos se transformaram na metanarrativa de nossos tempos, caracterizados pelo consumo e alienação.


Palavras-chave


Marketing; Arte; Consumo; Pós-modernidade

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Preservado em:   

Indexado em: