QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO NA PERCEPÇÃO DE BANCÁRIOS

Bruna Tiecher, Liciane Diehl

Resumo


A Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) é requisito fundamental para garantir o bem-estar do funcionário, assim como o seu desempenho no ambiente laboral. No setor bancário, a necessidade do cumprimento de metas para o alcance dos resultados faz com que os trabalhadores sofram diferentes exigências de produtividade e constantes cobranças. Assim, este estudo objetiva verificar, com base no modelo de Richard Walton (1973), como os bancários de um município do interior do Rio Grande do Sul avaliam a sua QVT. Para tanto, a pesquisa apoiou-se no método exploratório, descritivo, quanti-qualitativo, sendo o questionário utilizado como técnica de coleta de dados. Constatou-se que a categoria Relevância Social da Vida no Trabalho obteve destaque, demonstrando que, apesar das dificuldades verificadas, o funcionário tem muito orgulho em trabalhar na instituição financeira, desenvolvendo atividades relevantes na vida das pessoas.


Palavras-chave


Qualidade de vida no trabalho (QVT). Bancários. Modelo de Richard Walton.

Texto completo:

Sem título

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: