Calogênese e regeneração in vitro de brotos a partir de raiz, entrenó e disco foliar de Brosimum gaudichaudii Tréc. (Moraceae)

Douglas Ruan Cambraia Alencar

Resumo


Brosimum gaudichaudii Tréc., conhecida popularmente como mamacadela, tem se mostrado uma espécie do Cerrado brasileiro de importante relevância para a área medicinal, visto que suas raízes possuem elevadas concentrações de bergapteno e psoraleno que são princípios ativos utilizados para a confecção de medicamentos para o tratamento de doenças cutâneas como o vitiligo e a psoríase o que tem provocado uma acelerada no processo de extração da espécie. Neste trabalho, testou-se o potencial organogenético de entrenó, disco foliar e raiz através de 12 combinações de tratamentos, envolvendo os fitorreguladores 6-benzilaminopurina (BAP) e ácido naftalenoacético (ANA), em meio MS (Murashige & Skoog, 1962) diluído à metade, acrescentado de 6,5 g de ágar e 20 g.L-1 de sacarose. Tendo-se como um dos principais objetivos o desenvolvimento de um protocolo de desinfestação para a raiz, sendo que o de maior sucesso foi a imersão destes explantes em hipoclorito de sódio por 2 horas. Conseguindo, desta maneira, induzir calos e brotamentos nestes segmentos desinfestados e calos em grande parte dos entrenós. No entanto, os tratamentos testados não foram capazes induzir calos em discos foliares. Com base nos experimentos realizados, novos experimentos estão sendo realizados visando resultados estatisticamente significativos de indução de calogênese e brotamento em segmentos de raízes e ainda, regeneração dos calos obtidos para auxiliar na conservação da espécie.


Palavras-chave


regeneração in vitro; Brosimum gaudichaudii; calogênese; ANA; BAP

Texto completo:

PDF

Referências


Almeida, S. P.; Proença, C. P. B.; Sano S. M.; Ribeiro, J. F. 1998. Cerrado: Espécies vegetais úteis. Planaltina: Embrapa – CPAC. p.81-84.

Ammirato, P. G. V. 1993. Embryogenesis, in: Evans, D. A.; Sharp, W. R.; Ammirato, P. G. V.; Yamada, Y. Handbook of plant cell culture. New York: MacMilam Publischer Company, v.1, 123p.

Auad, A. 1973. Diagnose e terapêutica do vitiligo. Atualidades Médicas. v.9, n.9, p.85-88.

Barros, M. A. G. e. 1981. Plantas Medicinais: Usos e Tradições em Brasília - DF. VII Simpósio de Plantas Medicinais. Oreades. v.8, n. 14/15, p.140-151.

Bucher, J. 2002. Aspectos de conservação in vitro e Micropropagação de Brosimum gaudichaudii. Dissertação de Mestrado em Botânica. UnB. Brasília - DF.

Dutta Gupta, S.; Ahmed, R.; De, D.N. Direct somatic embryogenesis and plantlet regeneration from seedling leaves of winged bean, Psophocarpus tetragonolobus (L.) DC. Plant Cell Report, v.16, p.628-31, 1997

Fidelis, I., 1998. Micropropagação de mamacadela (Brosimum gaudichaudii), uma espécie medicinal. Dissertação de mestrado em Agronomia, UFL. Lavras - MG.

Flores, R.; Nicoloso, F.T; Vasconcellos, N.J.S. 2006. Indução de calos e aspectos morfogenéticos de Pfaffia tuberosa (Spreng.) Hicken. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu, v.8, n.3, p.89-95.

Grattapaglia, D. & Machado, M. A. 1998. Micropropagação. In: Cultura de tecidos e transformação genética de plantas. TORRES, A.; CALDAS, S.; BUSO, J. A. EMBRAPA- SPI/ EMBRAPA – CNPH. . v 1. Brasília. p.183-260.

Hou, S.W.; Jia, J.F. 2004. High frequency plant regeneration from Astragalus melilotoides hypocotul and stem explants via somatic embryogenesis and organogenesis. Plant Cell, Tissue and Organ Culture, v.79, p.95--100.

Lowe, K. C.; Darey, M. R.; Dower, J.B. 1996. Plant tissue culture: past, present and future. Plant Tissue Culture and Biotechnology v. 2, p.175-186.

Martins, M. 1998. Micropropagação de mamacadela (Brosimum gaudichaudii), uma espécie medicinal do Cerrado. Dissertação de Mestrado, UnB. Brasília - DF.

Mendonça, R. C.; Felfili, J. M.; Walter, B. M. T.; Silva, M. C.; Rezende, A. R.; Filgueiras, T. S.; Nogueira, P. E. 1998. Flora vascular do Cerrado. In: Cerrado ambiente e flora. Sano, S. M. & Almeida, S. P. EMBRAPA – CPAC. Planaltina – DF. p.286-556.

Murashige, T. & Skoog, F. 1962. A revised medium for rapid growth and biossay with tobacco tissue. Physiol. Plant. v.15, p. 473-497.

Myers, N. R.; Mittermeir, R. A.; Mittermeir, C. G.; Fonseca, G. A. B. Kent, J. 2000. Biodiversity hotspot for conservation priority. Nature v. 403, p. 853-858.

Nicolau, K. C.; Yang, Z.; Liu, J. J.; Ueno, H.; Nantermet, P. G.; Guy, R. K.; Claiborne, C. F.; Renaud, J.; Couladouros, E. A.; Paulvannan, K.; Sorensen, E. J. 1994. Total synthesis of taxol. Nature, v.367, p.630-634.

Palhares, D.; Paula, J. E. de; Silveira, C. E. S. 2006. Morphology of stem and subterranean system of Brosimum gaudichaudii Tréc. (Moraceae). Acta Botânica Hungarica, v.48, n. 1-2, p.89-101.

Palhares, D. & Silveira, C. E. S. 2007. Aspectos morfológicos de plantas jovens de Brosimum gaudichaudii Tréc. (Moraceae) produzidas em condições alternativas de cultivo. Rev. Bras. Pl. Med., Botucatu. 9, p.93-96.

Palhares, D.; Paula, J. E. de; Pereira, L. A. R.; Silveira, C. E. S. 2007a. Comparative wood anatomy of stem, root and xylopodium of Brosimum gaudichaudii (Moraceae). IAWA Journal, v. 28 (1), p.83-94.

Palhares, D.; Paula, J. E. de; Pereira, L. A. R.; Silveira, C. E. S. 2007b. Comparative anatomy of the bark of stems, roots and xylopodia of Brosimum gaudichaudii Tréc. (Moraceae). IAWA Journal, v. 28 (3), p.315-324.

Paviane, T. I. 1987. Anatomia do desenvolvimento do xilopódio de Brasília sckii G. M. Barroso. Estágio inicial. Ci e Cut 39, p.399-405.

Pozetti, G. 1969. Contribuição ao estudo químico do Brosimum gaudichaudii Trécul. - Isolamento e identificação de bergapteno e do psoraleno das raízes. Rev. da Fac. de Farm. e Odont. de Araraquara 3, p.215-223.

Proença, C.; Oliveira, R. S.; Silva, A. P. 2000. Flores e frutos do Cerrado. UnB Imprensa Oficial do Estado, São Paulo.

Ratter, J. A.; Ribeiro, J. F. ; Bridgewater, S. 1997. The brazilian cerrado vegetation and threats to its biodiversity. Annals of Botany. v.80, p.223-230.

Ribeiro, J.; Silva, J.; Batmanian, G. 1985. Fitossociologia de tipos fisionômicos de cerrado em Planaltina. Revista brasileira de botânica. v.8, p.131-142.

Ribeiro, J. F. & Walter, B. M. T. 1998. Fitofisionomias do cerrado. In: Cerrado ambiente e flora. Sano, S. M. & Almeida, S. P. EMBRAPA – CPAC. Planaltina – DF

Sales, D.; Albuquerque, M.; Coelho, M; Pimenta, S.; Favalessa, O. 2002. Germinação de sementes de Brosimum gaudichaudii Trécul submetidas a diferentes pré-tratamentos. Acta horticulturae n. 569, p137-140.

Scholz, F.; Bucci, S.; Goldstein, G.; Meinzer, F.; Franco, A. 2002. Hydraulic redistribuition of soil water by neotropical savanna trees. Tree Physiology v.22, p.603-612.

Wetzel, M. M. V. da S. 1997. Época de dispersão e fisiologia de sementes do Cerrado. Tese do departamento de Ecologia, UnB. Brasília.

Moraes Fernandes, M. I. B. de. 1990. Obtenção de plantas haplóides através da cultura de anteras. In: Torres, A.C.; Caldas, L.S. (eds). Técnicas e aplicações da cultura de tecidos de plantas. Brasília: ABCTP/EMBRAPA/CNPH. p.311-32.

Karp, A. Somaclonal variation as a tool for crop improvement. 1995. Euphytica, v.85, p.295-302.

Taiz, L. & Zeiger, E. 2002. Fisiologia Vegetal.. 3°ed.Artmed. Porto Alegre.p. 450 e 517.

Brum, G. R.; Silva, A. B. da; Pasqual, M. 2002. Efeito de Diferentes concentrações de BAP e ANA na propagação in vitro da figueira (Ficus carica L.). Ciênc. agrotec., Lavras. Edição Especial, p.1403-1409.

Lu, C.Y. 1993.The use of Thidiazuron in tissue culture. Vitro cell development biology. v9, n2 p.92-96

Jones, M. P. A.; Yi, Z. Murch, P. K. S. 2007.Thidiazuron-induced regeneration of Echinacea purpurea L. : Micropropagation in solid and liquid culture systems. Plant Cell Rep. 26:13-19.

Te-chato, S.; Lim, M. Improvement of mangosteen micropropagation through meristematic nodular callus formation from in vitro derived leaf explants. Sci. Hort. 86: 291–298; 2000.


Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários