A importância da formação Tremembé, Bacia de Taubaté (SP), para o ensino de paleontologia

Rafael Delcourt, Eliane Siqueira

Resumo


A Paleontologia é a ciência que estuda os restos de animais pretéritos por meio de fósseis. Desde longa data que a sociedade apresenta interesse pela disciplina, entretanto somente a cerca de 300 anos é que começou a ser estudada cientificamente. Atualmente encontra-se interessada pela grande maioria das pessoas, por se tratar do estudo das origens da vida, suas modificações, classificações e formação da Terra. No Brasil o contexto paleontológico difere das sociedades mais tradicionais pelo recente interesse das instituições científicas, porém já apresenta pesquisas importantes de cunho internacional. Todavia os núcleos de pesquisa paleontológica concentram-se no Sul e Sudeste do país, e entre o público universitário da área, excluindo o cidadão comum e o ensino básico, apesar dos esforços das instituições para popularizar a ciência. A presente pesquisa fez um estudo da importância da Formação Tremembé, Bacia de Taubaté, para o ensino de paleontologia na educação básica e universitária. A formação foi visitada, teve fósseis coletados com martelos estratigráficos, codificados e guardados no acervo da FCMS, PUC – SP. Os materiais estudados foram descritos quanto às categorias e processos de fossilização. Concluiu-se que a Formação Tremembé oferece ampla capacidade de proporcionar estudos in situ de paleontologia para ensino básico e universitário.

Palavras-chave


Paleontologia; Zoologia

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo