Relação dos parâmetros limnológicos com a estrutura ictiológica de uma lagoa localizada em área urbana no ecótono Cerrado/Pantanal

Israel Luz Cardoso, Marcos Paulo Gonçalves Rezende, Bruno Alves Faustino Paiva, Geovane Gonçalves Ramires

Resumo


Devido ao crescimento do perímetro urbano, ocorreu impacto em áreas naturais, sobretudo em ambientes aquáticos, provocando o crescimento do aporte de sedimentos que influencia negativamente nos processos biológicos, alterando também as características físicas, químicas da água. O estudo foi conduzido na Lagoa Comprida, Aquidauana/MS. Foram coletando informação referente à composição e distribuição da ictiofauna, bem como, a sua relação com as variáveis ambientais do sistema. Realizaram-se quatro coletas de ictiofauna e características limnológicas da água, nos meses de outubro e dezembro de 2010 e fevereiro e abril de 2011. A lagoa apresentou variações no pH e concentração de oxigênio dissolvido, possivelmente pela presença do material orgânico em decomposição. A condutividade elétrica, alcalinidade e dureza indicaram índices pouco relevantes. Esses baixos valores corroboram com os índices de acidez na água. O fósforo foi considerado alto devido à alta temperatura e a absorção pela biomassa. As análises dos grupos nitrogenados demonstram uma variação de amônia, de nitrito e nitrato. Foram identificadas quantas 3 ordens, com 10 espécies de peixes dentro de 5 famílias, dos quais, 40% das espécies são da família Characidae se destacando na borda da lagoa, locais onde há melhor oxigenação, disponibilidade de refúgio e alimento proveniente das macrófitas.

Palavras-chave: lagoa; ictiofauna; limnologia; ações antrópicas; sedimentação.

Palavras-chave


lagoa; ictiofauna; limnologia; ações antrópicas; sedimentação

Texto completo:

PDF

Referências


AGOSTINHO, A.A., THOMAZ, S.M.; GOMES, L.C. 2005. Conservação da biodiversidade em águas continentais do Brasil. Megadiversidade, 1(1): 70-78.

DAMAS, T. Expansão Urbana e a Problemática Ambiental: Estudo de Caso do Lago Jaboti, Apucarana/PR. Caminhos da Geografia – Revista on line, Uberlândia, 2005, p.93-107.

GOLTERMAN, H. L.; CLYM, R. S.; OHNSTAD, M. A. M. Methodos for physical and chemical analysis of freshwater. 2ª ed. Oxford: Blackwel Scientific., 1978. 214p.

GONÇALVES, C.S. & BRAGA, F.M.S. 2008. Fish diversity and occurrence in the influence area of the Mogi Guaçu reservoir and oxbow lakes, high Paraná river basin, São Paulo, Brazil. Biota Neotrop. 8(2):

KIRK, J.T.O. 1986. Optical limnological. In: DECKKER, P. & WILLIANS, W.F. eds.

Limnology in Austria, Dordrecht; Dr. Junk Publishers. p.33-62.

LANGEANI, F., CASTRO, R.M.C., OYAKAWA, O.T., SHIBATTA, O.A., PAVANELLI, C.S. & CASATTI, L. 2007. Diversidade da ictiofauna do Alto Rio Paraná: composição atual e perspectivas futuras. Biota Neotrop. 7(3):

TEIXEIRA, C.; TUNDISI, J.G.; KUTNER, M.B. (1965). Plankton studies in a mangrave enviroment II. the standing stock and some ecological factors. B. Inst. Oceanogr., USP, v.24, p.23-41.

SOUZA, E. P. S.; MARTINS, S. R. O. Cotidiano e conflitos em torno de uma unidade de conservação em área urbana: o caso do parque Municipal da Lagoa Comprida, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. 2009.

STOPLIGLIA, R. & AKAMA, A. 2005. Structure and composition of the stream ichthyofauna of four tributary rivers of the upper Rio Paraná basin, Brazil. Ichthyol. Explor. Freshwaters, 16(3):193-214.

SÚAREZ, Y.R., PETRERE-JÚNIOR, M. & CATELLA, A.C. 2004. Factors regulating diversity and abundance of fish communities in Pantanal lagoons, Brazil. Fisheries Manag. Ecol. 11:45-50.

TUNDISI, J. G.; TUNDISI, T. M. Limnologia. São Paulo: Oficina de Textos, 2008.

TRUSSEL. R. P. –1972- The percent un-ionized ammonian aqueous amomonia solutions at differente pH levels and temperature. J. Fish. Res. Board. Can. 29: 1905-1507.

UIEDA, V.S. & CASTRO, R.M.C. 1999. Coleta e fixação de peixes de riacho. In Ecologia de peixes de riachos (E.P. Caramaschi, R. Mazzoni & P.R. Peres-Neto, eds.). PPGE-UFRJ, Rio de Janeiro, p. 1-22.

WILM, H. G. A pattern of scientific inquiry for applied research. Journal of foretry, v. 50, p. 120 – 125, 1952.