Comentários do leitor

Treinamento Lucrando com Milhas

por annajodiniz annajodiniz (2019-10-23)


Dicas Sobre Programas De Milhagem Segundo afirmação prestada ao Jornal Folha de São Paulo pelo advogado Fernando Neves e ex-ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), agente público só pode fazer que está expresso em lei.

Faça isso antes da viagem, uma vez que algumas empresas não permitem crédito das milhas, para passageiros que se cadastraram no programa depois de ter voado.

Cadastre-se nos programas de milhagem das companhias aéreas que for voar.

As estatísticas mostram que, nos últimos cinco anos, número de cartões de crédito no Brasil mais do que dobrou.

Se você ainda não programou lucrando com milhas comprar sua viagem e consequentemente vai acabar pagando mais caro por ela, vai aí uma dica: empresas aéreas como a Tam ainda podem oferecer passagens aéreas com bons preços até final do mês de dezembro.

Diante desse mais novo escândalo Senado irá impor novas regras no uso das passagens aéreas e da verba indenizatória de R$15 mil mensais para cada senador.

Cezar Britto, presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), também em entrevista concedida ao Jornal Folha de São Paulo, segue mesmo raciocínio Piquet de Carneiro.

Após mais esse acontecimento que mancha a imagem do Congresso Nacional, presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), anunciou que a Mesa Diretora vai fixar regras para uso das cotas de passagens aéreas dos parlamentares que têm direito a um crédito mensal e não precisam prestar contas do benefício.

Com cartão de crédito nas carteiras não precisamos mais pegar dinheiro no banco, basta passá-lo e pronto, temos uma aquisição realizada.

Se você viaja muito e tem muitas milhas acumuladas, programe-se para gastá-las tão logo seja possível, afinal, os programas de milhagem estipulam datas de validade para as milhas, que variam entre 2 anos e 3 anos e 11 meses no Brasil.

A partir de agora, as passagens aéreas serão reduzidas de cinco para quatro por mês e só poderão ser utilizadas pelos próprios senadores ou por pessoas vinculadas a seu gabinete.

Isso acontece por que as facilidades de compras no cartão são inúmeras em diferença às compras por cheque e dinheiro.