TEOLOGIA DO QOHELET: UMA PROPOSTA

José Carlos Camillo Castro Neto, Jônatas de Mattos Leal

Resumo


O livro de Eclesiastes tem sido considerado um dos mais difíceis de ser interpretado nos estudos do Antigo Testamento. Prova disso são as inúmeras visões que os diversos estudiosos têm sobre esse livro. Ainda mais complicado se torna tentar entender o modo como o livro apresenta Deus. Este é o tema deste artigo. Para alcançar o objetivo de tentar entender como Deus é apresentado nesse livro enigmático, recorreu-se à revisão de literatura sobre o tema, bem como à exegese de várias passagens. Percebeu-se que duas visões são apresentados sobre Deus em Eclesiastes: uma de um Ser distante e incompreensível e outra de um Ser que atua pelo juízo. As duas visões são harmonizadas por características literárias do livro. Essa visão dupla e aparentemente paradoxal sobre a divindade aparece em outras partes do Antigo Testamento (AT), especialmente no corpus sapiencial da Bíblia Hebraica.

Palavras-chave


Eclesiastes; Teologia do Antigo Testamento; Literatura sapiencial

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1980-8305.2017.i30p119-137

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.