Edições anteriores

2005

v. 14 (2005)

INTERCÂMBIO é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, que tem como objetivo incentivar a pesquisa por meio da publicação de trabalhos apresentados por ocasião do Intercâmbio de Pesquisas em Lingüística Aplicada (InPLA), evento anualmente promovido pelo LAEL. Os artigos são submetidos ao julgamento de um Conselho Editorial composto de pareceristas qualificados e reconhecidos pela comunidade científica da área. 
O InPLA foi inicialmente idealizado para ser um simpósio voltado à discussão de pesquisas em andamento de mestrandos e doutorandos e INTERCÂMBIO, como seu espaço de registro e meio de divulgação. Ao longo dos 14 anos de sua realização, o perfil do InPLA sofreu alterações substanciais devido ao fato de ter se solidificado como um espaço de discussão de questões ligadas à Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem, passando a incorporar trabalhos de pesquisadores já formados. INTERCÂMBIO não poderia deixar de refletir esse movimento.
O número 14 da revista apresenta artigos selecionados e que foram apresentados no 14º InPLA, realizado, na PUCSP, em abril de 2004. 

Profª Drª Aglael Gama Rossi 
Profª Drª Maria Aparecida Caltabiano M. B. da Silva
Profª Drª Maria Francisca Lier-De Vitto 
Profª Drª Sandra Madureira

2004

v. 13 (2004)

INTERCÂMBIO é uma publicação do Programa de Pós-Graduação em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL), da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, que tem como objetivo incentivar a pesquisa por meio da publicação de trabalhos apresentados por ocasião do Intercâmbio de Pesquisas em Lingüística Aplicada (InPLA), evento anualmente promovido pelo LAEL. Os artigos são submetidos ao julgamento de um Conselho Editorial composto de pareceristas qualificados e reconhecidos pela comunidade científica da área. 
O InPLA foi inicialmente idealizado para ser um simpósio voltado à discussão de pesquisas em andamento de mestrandos e doutorandos e INTERCÂMBIO, como seu espaço de registro e meio de divulgação. Ao longo dos 13 anos de sua realização, o perfil do InPLA sofreu alterações substanciais devido ao fato de ter se solidificado como um espaço de discussão de questões ligadas às quatro linhas de pesquisa do LAEL - Linguagem e Educação, Linguagem e Trabalho, Linguagem e Patologias da Linguagem e Linguagem e Tecnologia – passando a incorporar trabalhos de pesquisadores já formados. INTERCÂMBIO não poderia deixar de refletir esse movimento. 
O número 13 da revista traz a novidade de ser apresentado e veiculado em forma de CD. Neste número estão contidos artigos selecionados e que foram apresentados no 13º InPLA, realizado, na PUCSP, em abril de 2003. 

Comissão organizadora 
Profa. Dra. Maria Francisca Lier-De Vitto 
Profa. Dra. Sandra Madureira 
Profa. Dra. Maria Aparecida Caltabiano 

Coordenação do LAEL
Beth Brait
Fernanda Liberali

1999

v. 8 (1999)

INTERCÂMBIO é uma publicação do Programa de Estudos Pós-Graduados em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL) da PUC-SP, que tem como objetivos divulgar as tendências recentes de pesquisa na área da Lingüística Aplicada e contribuir tanto para um mapeamento da área como para sua consolidação. 
Dessa maneira, a INTERCÂMBIO tem divulgado trabalhos apresentados, desde 1990, nos InPLA (Intercâmbio de Pesquisas em Lingüística Aplicada ) que são realizados anualmente pelo LAEL. O InPLA, sendo um congresso de nível nacional, constitui um fórum para o debate e divulgação de pesquisas em andamento, sobretudo dos pesquisadores em formação, possibilitando também um mapeamento das pesquisas realizadas na área da Lingüística Aplicada em determinado momento histórico e contribuindo para sua consolidação no Brasil. 
Este oitavo volume da INTERCÂMBIO contém trabalhos apresentados no 8º InPLA, realizado nos dias 21 a 24 de abril de 1998. Apesar de ser um grande volume, os trabalhos contidos nele representam menos da metade dos trabalhos apresentados no InPLA: dos 20 simpósios temáticos, temos, neste volume, alguns textos de 11 simpósios; das 12 sessões coordenadas de poster, temos alguns textos de 6 sessões. Para a organização deste volume, optamos por dividir as seções tendo por base a própria organização temática dos simpósios e das sessões coordenadas de poster. Esperamos assim oferecer um mapa temático constituído por 14 seções: a primeira que contém dois textos das mesas redondas e outras treze seções temáticas que refletem algumas tendências de pesquisa na área. 
O volume inicia com a seção constituída pelos textos das mesas redondas: um texto da mesa redonda de abertura do 8º InPLA, cujo tema foi: As multifaces da interação em diferentes contextos sociais. É o texto de Vera Lúcia de Albuquerque Sant’Anna (doutoranda do LAEL-PUCSP), que trata da interação e a relação linguagem e trabalho. O segundo texto desta seção é o do Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes (UERJ), que participou da mesa redonda de encerramento sobre o tema A atuação da LA na elaboração do Parâmetros Curriculares do MEC para a área de ensino de línguas.


Mara Sophia Zanotto 
Abril de 1999.


1998

v. 7 (1998)

Reunidos neste número da INTERCÂMBIO estão alguns dos trabalhos apresentados no 7o. INPLA (Intercâmbio de Pesquisas em Lingüística Aplicada) realizado na PUCSP, dentro do LAEL, dias 24 e 25 de abril de 1997. A única exceção é o trabalho de Tomitch, que foi apresentado no 6o. Inpla. 
Além dos Workshops e dos tradicionais mini-cursos, que precedem o Inpla, e das sessões de workshop, as atividades do 7o. Inpla se distribuíram entre mesas de abertura e encerramento com convidados especiais, simpósios, propostos inter-institucionalmente por pesquisadores e/ou grupos de pesquisa e Posters submetidos individualmente.
Tendo em vista o grande grau de relacionamento inter-disciplinar que se manifesta nos trabalhos, característica explicável, dada a própria natureza da área, optou-se por organizar este número colocando os trabalhos em uma única sessão, sem dividí-los quer por ordem de apresentação no Inpla, quer por tipo de atividade. No entanto, procurouse seguir alguma ordem que colocasse próximos trabalhos que pudessem ter mais em comum um com o outro em termos de área, tipo de conhecimento ou metodologia. 
Assim, os sete primeiros trabalhos têm em comum o fato de tratarem de fenômenos de aprendizagem e/ou ensino tanto em língua materna como estrangeira. Coelho estuda atividades de grupo em sala de aula de língua estrangeira; Fernandes e Rios tratam de ensino bilingüe a crianças surdas tendo linguagem de sinais como primeira língua e português como língua estrangeira. Os três seguintes estudam leitura: Tomitch discute leitores com diferentes graus de proficiência em textos de tipos diferentes, Welewicki estuda testagem e Menezes mostra a utilidade de textos jornalísticos no ensino. Por sua vez Vigia-Dias e Silva retomam a discussão de autenticidade em sala de aula. Os trabalhos de Ramandon, de Strongloli e de Mosca enfocam a metáfora por diferentes ângulos. Seguem quatro trabalhos sobre gêneros: um sobre mitos na cultura indígena (Junqueira), um sobre gêneros no trabalho (Ferreira) ambos apresentados na mesa de abertura do Encontro, e dos sobre Gêneros acadêmicos (resumos e resenhas), por Motta-Roth e Hendges e por Motta-Roth. 
Na área da análise da conversação aparecem dois artigos: Toscano sobre consenso e conflito e Galembeck sobre preservação da face. 
Outro tema abordado é a saúde vocal do professor, discutida por Chun. 
Finlizando, seguem três trabalhos apresentados na mesa de encerramento do Encontro que enfocam estudos inter-disciplinares: Françoso com o trabalho sobre teorias psicolinguísticas de parsing, Abaurre enfocando a noção de estruturas prosódicas preferenciais e Guedes, discutindo processos comunicativos em uma sociedade.

L B


1997

v. 6 (1997)

A Intercâmbio vem a seus leitores, mais uma vez, com os trabalhos apresentados no 6° InPLA, devidamente submetidos ao Corpo Editorial para pareceres, selecionados, e posteriormente revisados. Essa preocupação, que também é a de todos que apresentam no InPLA suas pesquisas - a de um evento de bom nível científico, reunindo trabalhos de muito boa qualidade- redundou no volume que agora aparece. Os trabalhos aqui publicados revelam que a pós-graduação no Brasil no setor de Lingüística Aplicada tem apresentado produtos de alto nível, como poderão ver os leitores. 
De um evento voltado para o corpo discente dos vários cursos de pós-graduação do país, o InPLA passou a receber a colaboração de vários docentes de nome das universidades brasileiras e de mestres e doutores que aqui vieram apresentar os resultados de suas teses, contribuindo para alcançarmos a qualidade que se pode ver nesses volumes da Intercâmbio. Fica aqui o nosso agradecimento a todos os que prestigiaram o evento e esta publicação.

1996

v. 5 (1996)

APRESENTAÇÃO  INTERCÂMBIO é uma publicação do Programa de Estudos Pós-Graduados em Lingüística Aplicada ao Ensino de Línguas (LAEL) da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), já reconhecida como um veículo de divulgação dos trabalhos de pesquisadores em formação. INTERCÂMBIO tem divulgado trabalhos apresentados, desde 1990, nos InPLA (Intercâmbio de Pesquisas em Lingüística Aplicada), que são anualmente realizados pelo Programa de LAEL. Como congresso de nível nacional, os InPLA propiciam um forum para o debate de pesquisas em andamento, sobretudo dos pesquisadores em formação, e permitem um mapeamento dos caminhos que estão sendo trilhados pela Lingüística Aplicada em um determinado momento histórico.  Este volume de INTERCÂMBIO está organizado, a exemplo do 4º InPLA, dentro de uma temática - Discurso em Contextos Institucionais: Clínica, Escola, Empresa e Outros - que permite dividí-lo em cinco seções. As mesmas contêm 18 trabalhos apresentados neste evento, realizado em novembro de 1994, 17 deles selecionados dentre as comunicações livres.  A primeira seção, Discurso em Contextos Institucionais: Clínica, Escola, Empresa e Outros, apresenta um texto do Prof. Dr. Luiz Paulo da Moita Lopes (UFRJ), que visa caracterizar os “novos rumos” que vêm sendo tomados pela Lingüística Aplicada com respeito ao seu papel nos vários contextos institucionais. Este texto evidencia a relevância dos trabalhos apresentados neste volume, representativos desta tendência, atualmente tão intensa entre os lingüistas aplicados.  Na seção Contexto Clínico, encontram-se dois trabalhos que, apesar de se utilizarem de correntes teóricas diferentes, preocupamse com a análise de questões discursivas encontradas nas relações clínicas.  Na seção Contexto Escolar, foram agrupados nove trabalhos que enfocam questões de ensino-aprendizagem tanto de língua materna quanto de língua estrangeira.

26 a 31 de 31 itens     << < 1 2