SEXUALIDADE: um momento de transformação para o cuidado do Ser Integral

Simone Andrioli Andrade

Resumo


este artigo foi inspirado na obra de Ruy Cesar do Espirito Santo sobre os ‘Momentos de Transformação’, na qual são indicados temas para serem trabalhados na Educação. Com a finalidade de se oferecer subsídios para educadores, neste texto são apresentadas algumas considerações sobre a sexualidade. Inicia-se com a definição do conceito, bem como, aborda-se a dimensão psicológica do tema a partir dos autores Freud e Jung. Destaca-se que Jung ampliou a concepção da sexualidade e do erotismo, compreendendo a sexualidade como uma metáfora para a vivência de união, transcendência e plenitude. Assim, pretende-se ampliar a compreensão da sexualidade como um aspecto do cuidado integral, na medida em que inclui as dimensões do físico, emocional, mental e espiritual. Desta forma, para a contribuição na formação de sujeitos íntegros e conectados com a sua essência, sugere-se que educadores acolham, contemplem e conscientizem o desenvolvimento da sexualidade de uma forma integral.

Palavras-chave


Sexualidade. Transcendência. Cuidado Integral.

Texto completo:

PDF

Referências


BEARZOTI, Paulo. Sexualidade: um conceito psicanalítico freudiano. Arq. Neuro-Psiquiatr. [online]. 1994, vol.52, n.1, pp.113-117.

BOFF, Leonardo. Saber cuidar: ética do humano – compaixão pela terra.19 ed. Petrópolis, RJ:Vozes, 2013.

JUNG, Carl Gustav. O Eu e o inconsciente. Petrópolis, RJ: Vozes, 1987.

ESPÍRITO SANTO, C. Ruy. Pedagogia da Transgressão. Campinas: Papirus, 1996.

______. O renascimento do Sagrado na Educação. Petrópolis, RJ.: Vozes, 2008.

______. A grande Transformação. Curitiba: CRV, 2015.

ROHDEN, Humberto. Novos Rumos para a Educação. São Paulo: Martin Claret, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-7498

Interespe está indexada em: