BIBLOS: aplicativo mobile para incentivar adolescentes a ler e estudar a Bíblia diariamente

Samantha Adeline Córdova da Silva

Resumo


: Em muitas igrejas cristãs notou-se por parte dos adolescentes e jovens uma falta de interesse e certa dificuldade em manter o hábito de ler e estudar a Bíblia diariamente e devido à busca das mesmas por ferramentas que ajudem a mudar esse quadro. O projeto a seguir detalha o desenvolvimento de um aplicativo para dispositivos móveis, voltado para este público. Trata-se de uma nova tecnologia disponibilizada para igrejas cristãs de orientação protestante e católica. Este devocional bíblico gamificado, motivou o adolescente cristão a manter o hábito de ler a bíblia diariamente, e assim ajudou-o a ter um melhor entendimento do conteúdo deste livro e disponibilizou aos departamentos de adolescentes e jovens uma nova ferramenta de evangelização. Por intermédio de uma pesquisa documental, de natureza qualitativa, segue-se o método de estudo de casos para o levantamento de dados e compreensão das necessidades do projeto. Apesar das dificuldades enfrentadas para localizar materiais de origem segura e confiável, alcançou-se uma diversidade satisfatória que deu um excelente valor à revisão de literatura.

 


Palavras-chave


Bíblia; Gamificação; Android; Aplicativo; Desenvolvimento mobile

Texto completo:

PDF

Referências


BIBLIA. Bíblia Sagrada: Nova Versão Transformadora. 1 ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

BÍBLIAAPP. YouVersion. Disponível em:< https://www.youversion.com>>. Acesso em 10/04/2017 ás 17h14min.

CORDEIRO F. Começando com o Android Studio o guia passo a passo. (2015) Disponível em: . Acesso em 03/04/2017 às 23h37min.

GAARDER, Jostein, HELLERN Victor e NOTAKER Henry. O livro das religiões. Tradução Isa Mara Lendo; revisão técnica e apêndice Antônio Flávio Fierucci. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

GOOGLEPLAY. Devocional. (2017a) Disponível em: . Acesso em 10/04/17a ás 17h19min.

GOOGLEPLAY. EBDLeitura. (2017b). Disponível em: . Acesso em 10/04/2017 ás 17h24min.

LECHETA, R. R. Google Android: aprenda a criar aplicações para dispositivos móveis com o Android SDK. 3 eds. São Paulo, SP: Novatec Editora, 2013.

LEONARDO, Estela da Silva. Leitores e nativos digitais: algumas reflexões sobre os desafios na formação de leitores. Disponível em: . Acesso em 13/05/2017.

MARINS, D. R. Um processo de gamificação baseado na teoria da autodeterminação. Tese de Doutoramento. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: UFRJ, 2013.

MARTINS L. Apostila de Android programando passo a passo. (2015). Disponível em: . Acesso em 02/04/2017 às 17h56min.

MASTROCOLA, Vicente Martin. Ludificador: um guia de referências para o game designer brasileiro. Mastrocola. São Paulo: Independente, 2012.

MEDINA B, VIANA Y, VIANA M, TANAKA S. Gamification, Inc.: como reinventar empresas a partir de Jogos. Rio de Janeiro: MJV Press, 2013.

MEIN, J. A Bíblia e como chegou até nós. 8ª edição. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações, 1990.

OLIVEIRA, S. O desafio de construir o futuro dos jovens. (2014). Disponível em: . Acesso em: 13/05/2017 ás 20:41.

SCHUYTEMA, P. Design de games: Uma abordagem prática. Brasil. [S.l.: s.n.], 2008.

SILVEIRA, R. S; BARONE, D. A. C. Jogos Educativos computadorizados utilizando a abordagem de algoritmos genéticos. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Curso de Pós-Graduação em Ciências da Computação. Rio Grande do Sul, Porto Alegre: UFRGS, 1998.

TRIPP, Tedd. Pastoreando o coração da criança. Tradução: Ângela Guerrato. 13 reimp. São José dos Campos, SP: Fiel, 2016.

WHITE E. G. Educação. (1913). Disponível em: . Acesso em 26/04/2017 às 15h25min.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2179-7498

Interespe está indexada em: