Saúde, economia e qualidade de vida do idoso na sociedade contemporânea: do reconhecimento à legitimação de um problema social

Silvio Telles, Rodrigo Vilela Elias, Rômulo Reis, Thulyo Lutz

Resumo


O objetivo principal deste artigo é discutir, a partir de uma revisão de literatura, o conceito de idoso diante dos paradigmas da sociedade contemporânea capitalista. Tivemos como objetivos específicos avaliar se somente a idade é um indicativo para definir o indivíduo como idoso; apontar a relação entre saúde, atividade física e envelhecimento; diferenciar terceira e quarta idade; discutir a importância da idade como fator determinante para a saída do mundo do trabalho. Pôde-se perceber que políticas públicas, fatores socioeconômicos, e de saúde, são fundamentais, e que este debate e a luta social permeiam a manutenção e superação de um status quo etário que legitima determinada idade como importante para a perpetuação do sistema, através de uma disputa entre os interesses políticos e econômicos contra as necessidades desiguais daqueles que envelhecem em diferentes condições de vida.

 


Palavras-chave


Idoso; Economia; Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2015v18i2p351-374

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.