A Enfermagem dá o tom no atendimento humanizado aos idosos institucionalizados?

Bernadete de Oliveira, Maria Helena Villas Bôas Concone, Sandra Regina Pelisser Souza

Resumo


O presente artigo nasceu no interesse de conhecer a reflexão de enfermeiras sobre a humanização nos cuidados que prestam aos idosos nas Instituições de Longa Permanência (ILPIs), considerando ser “a enfermagem que dá o tom no atendimento” ao idoso institucionalizado, pois tanto presta cuidados quanto supervisiona cuidadoras e outros profissionais que trabalham na instituição. A partir da análise de duas entrevistas concedidas por enfermeiras, percebeu-se que a compreensão da humanização é essencial para que os cuidados humanizados se integrem, a partir do protagonismo das necessidades dos idosos e estejam na essência do cuidado que o idoso deseja e merece receber, melhorando a qualidade de vida do usuário e da assistência nas ILPIs. Nesse sentido, é de suma importância que a Enfermagem, através de uma maior compreensão da humanização, que vai muito além da teoria, outorgue cuidados centralizados nos idosos e em suas singularidades.

Palavras-chave: Humanização; Instituição de Longa Permanência; Cuidado ao Idoso. 


Palavras-chave


Humanização; Instituição de Longa Permanência; Cuidado ao Idoso.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/2176-901X.2016v19i1p239-254

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Kairós está indexada em:

Bases de dados e Repositórios de periódicos com texto completo:


Catálogo de Bibliotecas:

Bibliotecas:

Diretório de Políticas Editoriais:

Associada:

ISSN 2176-901X

A Revista Kairós e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/kairos. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/kairos.