Considerações sobre o tempo no romance Em busca do tempo perdido no Caminho de Swann

Rita de Cássia Oliveira Veiga

Resumo


Segundo Paul Ricoeur, o romance Em busca do tempo perdido apresenta um mundo fictício desdobrado em dois tempos: tempo perdido e tempo redescoberto. O tempo perdido caracteriza-se pela sensação que o herói transmite de um tempo profundamente voltado para si mesmo e atado por fortes laços de lembranças e reconhecimento. O tempo redescoberto tem como limiar o extra – temporal, primeiro, em virtude do caráter fugidio da própria contemplação, segundo, a necessidade de apoiar nas essências das coisas descobertas feitas pelo herói de um ser extra – temporal que o constitui. O tempo redescoberto assinala a descoberta da vocação do herói para escritor. Esses dois tempos são assumidos pelo herói através de uma dupla pessoa combinada no pronome pessoal eu, que convoca, ao mesmo tempo a vida e o caráter de Proust, para os dividir entre muitas das personagens do romance.

Palavras-chave

Paul Ricoeur; Proust; Herói; Narrador; Eu; Tempo; Lembrança; Contemplação; Escritor.

Abstract

Second Paul Ricoeur, the romance in the time of lost, this in the world fictice doublé in this time: this lost and time discover. This time lost in the deep aoround myself, and strong ribbons memory and knoiledge. This time and discover with extra liminar – storm, jirst in the aviable this answer this many comtemplation this necessary that essence about mamy things discover heroes this extra of theirs. This time undiscover plays and vacation for heroes writers. These double time for assume between these double person for I, what invite and little time for all life and character of Proust, for divide between mancy person in the romance.

Keywords

Paul Ricoeur; Proust; Hero; Narrator; I; Time; Memory;
Contemplation; Writer.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.