Dinâmica demográfica versus processo de produção e reprodução de aglomerados subnormais

Michelli Beduschi, Carlos Mello Garcias

Resumo


As incompatibilidades do uso do solo, em relação aos seus atributos, incorrem em impactos ambientais significativos: aceleração de riscos de caráter geológico-geotécnico, sobretudo escorregamentos e enchentes. As municipalidades metropolitanas brasileiras constituem o principal cenário da pressão antrópica sobre o suporte natural frágil ante a densificação populacional e construída, incorrendo em processos erosivos induzidos. Explora-se uma abordagem conceitual dos procedimentos adotados no planejamento e na gestão urbana para o trato das problemáticas urbanísticas, ambientais, socioespaciais e econômicas, tendo como escopo o gerenciamento de áreas de risco – ocupação inadequada do solo urbano e suas conseqüências.

Palavras-chave


planejamento urbanoambiental; análise de áreas de risco; gestão urbana; gestão metropolitana; gestão ambiental; ordenamento territorial; mudanças socioespaciais.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: