Favela-loteamento: reconceituando os termos da ilegalidade e da segregação urbana

Luciana Corrêa do Lago

Resumo


A autora propõe uma crítica aos princípios que norteiam as políticas urbanas. Advoga a necessidade de uma reconceituação dos termos relativos à ilegalidade urbana, em particular “favela” e “loteamento”, com base nas diferentes formas de acesso à cidade. Para a autora, a legislação urbana está distante da realidade que busca ordenar. “Os critérios jurídicos e administrativos que diferenciavam objetiva e simbolicamente esses espaços e que foram assimilados pelos próprios moradores, não cumprem mais essa função, tendo em vista as alterações, nos anos 80 e 90, na relação entre as diferentes formas de produção da ilegalidade, marcadas pela conjugação de relações pessoais de reciprocidade e impessoais que se realizam no mercado”.

Palavras-chave


políticas públicas; ilegalidade urbana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/9207

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio: