A CRISE FINANCEIRA MUNDIAL E SEUS IMPACTOS NO SETOR CALÇADISTA

Diego de Queiroz Machado, Leonardo Victor de Sá Pinheiro, Danielli Leite Campos Monteiro, Diego Guerra

Resumo


A crise financeira mundial teve impactos por todo o mundo, tendo apresentado uma ligação direta com o trabalho e uma ligação indireta com a relação capital/trabalho. No Brasil, a manutenção e o aumento do nível do investimento e do gasto público e a ampliação do crédito em plena crise foram os determinantes do êxito brasileiro em responder à crise internacional e superá-la com rapidez. Visando avaliar as principais estratégias utilizadas para enfrentá-la, o presente trabalho tem como objetivo analisar os possíveis impactos enfrentados pelo setor calçadista decorrentes da crise financeira mundial de 2007. Para este fim, foram pesquisadas, mediante método de estudo multicaso, três empresas atuantes no setor calçadista, sendo uma fornecedora de matéria-prima, uma fabricante e um varejista. Por fim, concluiu-se que a crise econômica, por mais mundial que seja, nos diferentes aspectos ressaltados por fornecedor, fabricante e varejista expõe a dinâmica com que elementos econômicos atuam e influenciam os fatores de competitividade nas organizações.


Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: