O PAPEL DAS COMPETÊNCIAS INDIVIDUAIS NA CONSTRUÇÃO DA SUSTENTABILIDADE

Fernanda Pires, Angela Christina Lucas, Andre Luiz Fischer

Resumo


Este artigo teve como objetivo discutir de que maneira o conceito da sustentabilidade está presente na estratégia e nas competências individuais definidas pelas organizações. Para essa discussão, o referencial teórico traz conceitos relacionados à sustentabilidade e às competências organizacionais e individuais. Para fins metodológicos, uma estratégia qualitativa em dois estudos de casos descritivos, CPFL Energia e Promon, empresas consideradas como referência em sustentabilidade segundo o Guia Exame de Sustentabilidade. Para a coleta de dados, utilizaram-se principalmente entrevistas e análise documental. Constatou-se que as duas organizações apresentam o conceito de sustentabilidade como perspectiva estratégica, adotando o conceito como um direcionador de suas competências individuais. Cada organização, a sua maneira, integrou as competências às suas políticas e práticas de RH, como seleção e avaliação de desempenho. Por fim, uma reflexão a partir dos casos possibilita compreender que o modelo de gestão por competências é um importante instrumento para o planejamento de RH uma vez que orienta suas políticas e práticas de gestão. As competências individuais tornam-se relevantes para a institucionalização da sustentabilidade e uma nova atitude do modelo de negócios.


Palavras-chave


competências, sustentabilidade e gestão de pessoas

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: