Governança Corporativa na Saúde Suplementar: Estudo de Caso em uma Operadora de Plano de Saúde

Emanuella Faheina Chaves Ferreira, Fátima Regina Ney Matos, Diana Macedo Matos, Maria Clara Cavalcante Bugarim, Diego de Queiroz Machado

Resumo


A governança corporativa vem se consolidando no meio empresarial nos últimos vinte anos. Embora tenha origem no seio de empresas do mercado de capitais, tendo em vista as características e riscos dessas organizações, compreende-se que sua aplicação ultrapassa as fronteiras de mercado, vinculando-se aos mais diversos ramos de atuação, principalmente onde existe a necessidade de controle e prestação de contas, a exemplo do que ocorre com as empresas do mercado de saúde suplementar. Sendo assim, diante deste cenário em que algumas empresas do setor de saúde suplementar já começaram a adotar práticas de governança corporativa, o objetivo desta pesquisa é identificar as práticas de governança corporativa existentes na operadora CAMED. Para a coleta dos dados foram utilizadas entrevistas junto aos membros da diretoria estratégia da operadora, além da observação sistemática e a análise de documentos. Dessa forma, foram identificadas boas práticas de governança corporativa, como o Conselho de Administração, Conselho Fiscal e Diretoria Executiva Colegiada. Pode-se concluir que as práticas de governança corporativa identificadas na CAMED contribuem para o fortalecimento do modelo de gestão dessa empresa, mesmo que possam ser aperfeiçoadas e até mesmo ampliadas.


Palavras-chave


Governança corporativa. Estudo de caso. Setor de saúde.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: