COMO SER UM “CLUBE GRANDE”? ARNALDO GUINLE E A GESTÃO DO FLUMINENSE FOOTBALL CLUB (1916-1931)

João MCM Santos

Resumo


Este artigo tem como objetivo analisar a ação empreendedora de Arnaldo Guinle na presidência do Fluminense Football Club, entre 1916 e 1931, período em que o clube se tornou uma das agremiações esportivas de maior relevância no país. Metodologicamente, foi realizada uma investigação histórica pautada na interpretação de fontes como documentos oficiais do clube, das ligas esportivas que o clube participou e do próprio governo, além de notas publicadas em periódicos do período para entender as ações de Arnaldo Guinle dentro do contexto social, político, econômico e cultural de seu tempo. Espera-se contribuir com esta pesquisa, tanto para o estabelecimento de uma interação entre a pesquisa em administração e em história, quanto para mostrar que as ações empreendedoras no esporte são pautadas em oportunidades contextuais e estruturais que não podem ser relegadas em uma pesquisa sobre esta temática. Ao analisarmos a história de Arnaldo Guinle à frente do Fluminense, podemos concluir que, vindo de uma família da elite carioca e utilizando de sua ampla rede de relações econômicas, sociais e políticas, Guinle aproveitou as oportunidades oferecidas pelo contexto do período e suas ações como gestor do Fluminense no início do século XX caracterizam-se como uma das pioneiras em relação ao empreendedorismo no esporte brasileiro.

Palavras-chave


pesquisa histórica; empreendedorismo; gestão do esporte; Fluminense Football Club; Arnaldo Guinle

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: