A CONTRIBUIÇÃO DA TEORIA DA REDE SOCIAL, DE MARK GRANOVETTER, PARA A COMPREENSÃO DO FUNCIONAMENTO DOS MERCADOS E A ATUAÇÃO DAS EMPRESAS

CASSIANO RICARDO BOVO

Resumo


Este artigo aborda a teoria dos laços fracos, de Mark Granovetter, professor da Universidade de Stanford (São Francisco, E.U.A), um dos expoentes da Nova Sociologia Econômica, que busca contribuir em relação aos estudos que envolvem as chamadas redes sociais, que são largamente utilizadas para explicar uma série de processos e fenômenos relacionados à interação social, assim como as relações que envolvem organizações. Dessa forma, apresentaremos a Sociologia Econômica, sua relação com as redes sociais, a contribuição de Mark Granovetter, a sua crítica em relação à explicação da teoria econômica convencional sobre o funcionamento dos mercados e à escola neo-institucionalista. Por fim, abordaremos a atuação das organizações à luz da teoria em pauta, bem como sua contribuição à gestão dos negócios.


Palavras-chave


Redes sociais, imersão, laços fracos, laços fortes, Granovetter, embeddedness

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: