E A SÍNDROME DE BURNOUT NOS TRABALHADORES DE RECURSOS HUMANOS?

Juliana Aparecida de Oliveira Camilo, Myrt Thânia Cruz, Dione Fagundes Nunes Gomes

Resumo


Síndromes podem transformar-se em argumentos para os discursos individualizantes que culpabilizam o trabalhador. Ainda assim, podem trazer visibilidade para as perversões organizacionais. O objetivo do estudo foi mapear e analisar as publicações brasileiras sobre a Síndrome de Burnout em profissionais de Recursos Humanos. Para tanto, procedeu-se à busca bibliográfica nas bases de dados eletrônicas da Scientific Electronic Library Online - SciELO  (sem período definido) e Portal da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES (janeiro de 2005 a janeiro de 2015) de estudos que continham “Síndrome de Burnout” ou “Burnout”. Foram identificadas 208 publicações no Portal Scielo e 145 no Portal CAPES, sendo que em apenas duas delas os sujeitos das pesquisas foram os trabalhadores de Recursos Humanos.


Palavras-chave


Síndrome de Burnout; adoecimento; Recursos Humanos.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: