DISPOSITIVOS DE SEDUÇÃO À VIDA EXECUTIVA: VISÃO DE ESTUDANTES EM FASE FINAL DE FORMAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Junia Vogel Olbermann, Lívia Pedersen de Oliveira, Caroline Capaverde, Carmem Lígia Iochins Grisci

Resumo


Uma vida de status, glamour, sucesso, dinheiro é associada à figura de executivo. Condição que atrai jovens, seduzidos por possíveis benefícios financeiros, sociais e políticos. Buscou-se refletir acerca de dispositivos de sedução à vida executiva, na perspectiva de jovens universitários em final de formação, por meio de um estudo exploratório. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com jovens entre 22 e 25 anos, estudantes de cursos de Administração, Comércio Exterior, Engenharia Química e de Produção. A análise de conteúdo empreendida permitiu ver que os jovens estão embebidos de uma visão idealizada a respeito da figura de executivo. Os resultados apontam à naturalização de exigências antevistas relativas à mobilização total da vida a favor da carreira executiva e ausência de elementos desfavoráveis, pejorativos ou condizentes com sofrimento psíquico por parte dos jovens capturados pela glamourização da vida executiva. Quatro dispositivos de sedução foram identificados: a) transmissão de uma imagem de cidadão do mundo, b) alcance de reconhecimento, c) diferenciação na multidão e d) conquista de um lugar ao pódio. Esses dispositivos reforçam a captura do sujeito, (re)produzindo a ideia de uma vida idealizada, sustentando a perspectiva de doação completa da vida para o trabalho. Os dispositivos de sedução atuam, portanto, no sentido de manter a figura de executivo almejada para si. 


Palavras-chave


vida executiva; glamourização; jovens; dispositivos de sedução.

Texto completo:

Sem título

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: