SÍNDROME CONGÊNITA DO VÍRUS ZIKA E A POBREZA MULTIDIMENSIONAL: UMA APLICAÇÃO DO MÉTODO ALKIRE-FOSTER COM AS MÃES PARAIBANAS

Edna Porto da Silva, Júlio Eduardo Rohenkohl

Resumo


A epidemia do Zika Vírus e o surgimento da Síndrome Congênita desencadeada pelo vírus em crianças tomaram espaço nas discussões de saúde. Além de afetar diretamente a saúde de crianças brasileiras, a doença atinge as condições de vida das famílias, em especial das mães. Esta realidade traz à tona a relação entre saúde e pobreza. No campo das ciências sociais, as discussões sobre a pobreza evoluíram quanto a sua conceituação e mensuração, partindo de uma abordagem unidimensional limitada à renda em direção a uma abordagem multidimensional atenta a diversas variantes da vida humana tais como saúde, educação, saneamento, trabalho, renda, entre outras possíveis. O artigo apresenta um índice de pobreza multidimensional mensurado com o método Alkire-Foster para as mães da Paraíba que têm seus filhos em tratamento devido às más formações da Síndrome Congênita e compara-o com outro índice de pobreza de mães do mesmo estado que não tiveram filhos afetados pela referida Síndrome. Os resultados de pobreza multidimensional ajustada foram muito semelhantes entre os grupos. A decomposição dos indicadores por dimensão demonstra que a pobreza resulta de componentes diferentes em cada grupo: enquanto nas famílias de mães cujos filhos não contraíram a Síndrome a vulnerabilidade decorre dos indicadores Anos de Estudo, Saber Ler e Escrever, Destino do Lixo e Acesso ao Trabalho, as mães cujos filhos apresentam a Síndrome Congênita têm privações associadas aos indicadores de Abastecimento de água, Tipo de ocupação (moradia) e Renda.


Palavras-chave


Pobreza multidimensional; Zika Vírus; Mães

Texto completo:

PDF

Referências


ALKIRE, S. Dimensions of Human Development. World Development, v. 30, n. 2, p. 180-205, 2002.

ALKIRE, S.; FOSTER, J. Counting and Multidimensional Poverty.Oxford: University of Oxford, 2007.(Oxford Poverty & Human Development Initiative Working Paper, n. 7).

ALKIRE S.; S. SETH. Multidimensional Poverty and BPL measures in India: A comparison of methods – Working Paper No. 15, Oxford Poverty & Human Development Initiative, Oxford University 2009.

ALKIRE, S.; SANTOS, M. E. Human Development Research Paper 2010/11.UNDP, 2010.

ANAND, S.; SEN, A. Concepts of Human Development and Poverty: A Multidimensional Perspective .New York : UNDP, 1997.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE - PORTAL DA SAÚDE- Boletim Epidemiológico. 2016. Disponível em :http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/svs/boletim-epidemiologico. Acesso em 15 de maio de 2017.

BRASIL. MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME (MDS). O Brasil sem miséria. Brasília, MDS, 2014.

BRITES, Marindia; FERREIRA, Taís R. S.; MOURA, Ana C.; LANZA, Tatiana; MARIN, Solange R. Pobreza Multidimensional nas grandes regiões brasileiras:uma aplicação do método Alkire Foster (AF) (2013).

BRITES M.; MARIN, S. R.; ROHENKOHL, J. E. Pobreza Relativa Multidimensional no Rio Grande do Sul: aplicação dos conjuntos fuzzy. Cadernos de Ciências Sociais , UESB, ano 13, nº 21 , jan/jun 2016. 169-186.

CRESPO, A. P. A; GUROVITZ, E. A Pobreza como Fenômeno Multidimensional. ERA Eletrônica, 2002. Disponível em : . Acesso em 20 de Maio de 2017.

DINIZ, Débora. Vírus Zika e mulheres.Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, vol.32. maio, 2016.

FERREIRA, Taís R. S. MARIN, Solange R. Pobreza multidimensional feminina: Uma aplicação do método alkire foster (af) nas grandes regiões brasileirasnos anos de 2001 e 2011. Revista Pesquisa & Debate. São Paulo. Vol. 27. Número 1 (49), 2016.

INSTITUTO OSWALDO CRUZ. Fiocruz. Rio de Janeiro, 2017. Disponível em : . Acesso em dezembro de 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível Em: . Acesso em setembro de 2017.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios- 2015. Disponível em:http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/trabalhoerendimento/pnad2015/default.shtm . Acesso em: 15 setembro de 2017.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Human Development Report 1997. Poverty in The human Development perspective: concept and meansurement.

OTTONELLI, J. Pobreza Multidimensional na Região Nordeste: Uma aplicação da Teoria dos Conjuntos Fuzzy (em 2010). Dissertação (Mestrado em Economia) – Programa de Pós-Graduação em Economia. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 2013.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Human Development Report 2010: The Real Wealth of Nations – Pathways to Human Development. New York: Oxford University Press, 2010.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD). Relatório de Desenvolvimento Humano Regional para a América Latina e o Caribe. Progresso Multidimensional: o bem estar para além da vida. New York: Oxford University Press, 2016.

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO (PNUD).Uma Avaliação do Impacto Socioeconômico do Vírus Zika na América Latina e Caribe: Brasil, Colômbia e Suriname como estudos de Caso. New York: Oxford University Press, 2017.

ROLIM, C. Um índice de pobreza humana municipal para o Brasil. Revista Economia e Tecnologia (Texto para discussão nº 17), 2004.

SANTOS, Larissa Martins. Pobreza como privação de liberdade: um estudo de caso na favela do Vidigal no Rio de Janeiro. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2007.

SEN, A. Equalityofwhat?The tanner Lectures on Human Values. Stanford: Stanford University. (1979).

SEN, A. K. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SEN, A. K. Desigualdade reexaminada. Rio de Janeiro: Record, 2008.

SEN, A. K. Development as CapabilityExpansion. 1993. Disponível em :http://morgana.unimore.it/Picchio_Antonella/Sviluppo%20umano/svilupp%20umano/Sen%20development.pdf >. Acessoem : 29 de abril de 2017.

SEN. Amartya. Poverty: an ordinal Approach to Measurement. Econometrica, 1976.

VIEIRA. C. A. MÉTODO ALKIRE-FOSTER :UMA APLICAÇÃO PARA A MEDIÇÃO DE POBREZA MULTIDIMENSIONAL NO RIO GRANDE DO SUL (2000-2010). 2016. Dissertação (Mestrado em Economia e Desenvolvimento)- Universidade Federal de Santa Maria, RS, 2016.




DOI: https://doi.org/10.23925/2237-4418.2018v33i3p49-67

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: