O Desempenho das Empresas ditas como Sustentáveis no Mercado Financeiro

Maria Carolina Mirabella Belloque, Paulo Romaro, Guilherme Garcia Belloque

Resumo


A presente pesquisa analisou o desempenho das empresas classificadas como Sustentáveis nos mercados financeiros do Brasil e dos Estados Unidos. Foram sorteadas carteiras sustentáveis e carteiras não sustentáveis mensais e comparadas a partir da rentabilidade ponderada pelo risco de cada uma das carteiras. No Brasil o critério de seleção das empresas sustentáveis são as que compõem o ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) e nos Estados Unidos as que compõem o Dow Jones Sustainability Index. O período analisado foi desde a criação dos respectivos índices até Junho de 2008, totalizando 31 meses no caso do Brasil e 34 meses no caso dos Estados Unidos. No Brasil também foi feita uma análise a partir do ranking das empresas mais sustentáveis da mídia no ano de 2007, correlacionando as mesmas com as suas respectivas rentabilidades obtidas na BOVESPA. Os resultados obtidos não evidenciaram tendência clara de criação ou destruição de valor das empresas classificadas como Sustentáveis. Assim, a não existência de retornos anormais acumulados negativos indica que a adoção de práticas de sustentabilidade não ocasiona a redução do valor de uma empresa no curto prazo.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: