Câmbio e Emprego: O Brasil Depois do Real

Airton Gustavo dos Santos

Resumo


O objetivo deste trabalho é verificar a possível relação entre apreciação cambial e emprego, no Brasil, a partir da edição do Plano Real até o ano de 2007. Para tanto, é necessário conhecer o comportamento das taxas de juros, da política tributária e os objetivos de mais curto prazo da política econômica do governo. A atual valorização do Real frente ao Dólar norte-americano, tida por muitos analistas econômicos como exagerada e prejudicial ao desenvolvimento da indústria, constitui um tema polêmico que encontra opiniões diferentes, tanto na academia quanto nas instituições que representam os vários setores produtivos nacionais que mantêm relações comerciais com outros países. O presente estudo apresenta dados estatísticos que permitem uma análise com a maior isenção possível da questão apresentada.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Pensamento & Realidade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

e-ISSN: 2237-4418
ISSN Impresso: 1415-5109

Indexado em: