Cultura digital, cultura hacker e novas formas de atuação de movimentos sociais: um estudo de caso sobre o Ônibus Hacker

Gabriela Nardy V. Leitão, Rafael de Paula Aguiar Araújo

Resumo


Este trabalho tem como objetivo investigar como a cultura hacker e a cibercultura impactam as atuais lutas por mudanças sociais e políticas e a visão dos membros do Ônibus Hacker acerca de seus modos de organização e significados de horizontalidade, abertura e flexibilidade organizacionais. Também se buscou entender como a ética hacker poderia trazer respostas a questões presentes em grupos de ações coletivas, como problemáticas relacionadas à estrutura organizacional, individualidade e cooperação entre pessoas com visões de políticas distintas.

Palavras-chave


Cultura Hacker; Cultura Digital; Movimento Social; Horizontalidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.23925/1982-4807.2018i24p5-21

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Ponto-e-Vírgula está indexada em:

     

  

ISSN 1982-4807

A revista Ponto-e-Vírgula e os textos aqui publicados estão licenciados com uma Licença Creative Commons Attribution-NoDerivatives 4.0 International. Baseado no trabalho disponível em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula. Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em http://revistas.pucsp.br/pontoevirgula.