Os estilos de pensamento do professor universitário

Linoel de Jesus Leal Ordoñez, Antônio Carlos do Nascimento Osorio

Resumo


Esta pesquisa está centrada no paradigma do pensamento e comportamento do professor, e a sua intenção foi compreender os estilos do pensamento do professor universitário desde duas expressões do pensamento e comportamento. Assume-se a teoria dos estilos do pensamento de Sternberg, com a função na sala de aula e o nível de desempenho, como formas do autogoverno mental. O enfoque da pesquisa foi o empírico-indutivo, inspirado na tradição do positivismo lógico, e o estudo de caso como metodologia. Aplicou-se uma escala likert de 24 items a 40 professores da carreira de Educação na Universidade Francisco de Miranda (UNEFM), e o coeficiente Alfa de Cronbach obtenido para confiabilidade foi de 0,71 (alta). Os resultados evidenciam um estilo do pensamento mediacional (EPM), com base em procedimentos do ensino cognitivos e construtivistas, padrões democráticos para organização da atividade na sala de aula, assim como também um processo simultâneo de reflexão que informa aos professores sobre que e como melhorar enquanto vão ensinando. Estes resultados aportam informação sobre o pensamento e o comportamento do professor, podendo promover o melhoramento da pratica do ensino, além de processos de formação pedagógicos mais focalizados e com base em pedagogias mediacionais que aportem melhores aprendizagens aos estudantes.

Palavras-chave


Estilos de pensamento; Professores universitários; Pedagogia; Pedagogias mediacionais

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5935/2175-3520.20190015

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.