Relação entre o desempenho das organizações e o tempo de mandato (tenure) do Diretor-Presidente: um estudo em empresas brasileiras de capital aberto entre 1999 e 2008

Roberto Medeiros Júnior, Fernando Ribeiro Serra, Manuel Portugal Ferreira

Resumo


Este artigo avalia a relação entre o tempo de mandato do Diretor-Presidente e o desempenho da organização. Testamos empiricamente duas hipóteses numa amostra de 34 firmas de grande porte negociadas na BOVESPA, entre 1999 e 2008. Para entender o desempenho das firmas, examinamos empresas que tiveram apenas um Diretor-Presidente durante o período. A análise permitiu concluir que (1) o tempo de mandato do Diretor-Presidente não está relacionado linearmente com o desempenho da organização, (2) o desempenho das organizações brasileiras perante o tempo de mandato dos seus Diretores-Presidentes tende a seguir uma curva em U-invertido, (3) mesmo em organizações familiares, o comportamento do desempenho assume o formato de U invertido. Isto indica que seria mais prudente realizar a sucessão do Diretor-Presidente quando a empresa inicia o declínio de desempenho.

Palavras-chave


Tempo de mandato, Desempenho da organização, Visão baseada em recursos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v14i2.12809

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: