CUSTOS DE PRODUÇÃO COMO DIFERENCIAL ESTRATÉGICO: O CASO DO SETOR SUCROALCOOLEIRO

Rafael Ramalho Esberard, Rafael Veiga Chaim, Frederico Araújo Turolla

Resumo


Este artigo objetivou identificar baseado em uma análise de custos, qual deveria ser o
melhor nível de produção de duas plantas produtivas do setor sucroalcooleiro brasileiro,
para que houvesse ganhos de economia de escala. Para isso, os autores optaram por fazer
um estudo no setor sucroalcooleiro brasileiro e a partir dos dados obtidos, sustentado por
um referencial teórico econômico, escolheram duas usinas de cana-de-açúcar localizadas
na cidade de Novo Horizonte, interior do Estado de São Paulo para aplicarem as análises.
Optou-se por usinas situadas em uma mesma região para que não houvesse grande
divergência entre as características das usinas, dando destaque para a unidade produtora
de ambas. Enquanto a Usina São José da Estiva opera atualmente com uma única unidade
produtora, a Usina Santa Isabel trabalha com duas. As conclusões foram também
suportadas por entrevistas diretas a profissionais ligados às usinas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v11i2.2728

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: