Qualidade de Vida no Trabalho: Um Modelo Sistêmico de Análise

Ana Alice Vilas Boas, Estelle M. Morin

Resumo


O principal objetivo deste artigo é testar a aplicabilidade de um modelo de Qualidade de Vida no Trabalho (QVT). Especificamente, buscou-se descrever o modelo de QVT adotado, analisar os indicadores e fatores de QVT na perspectiva dos professores universitários de instituições públicas, e verificar a adequabilidade do referido modelo para avaliar QVT em instituições do setor público. Aplicou-se um questionário online em dois momentos distintos, sendo que a amostra foi constituída inicialmente por 354 professores de Minas Gerais e 317 professores do Quebec. No segundo momento, respectivamente, 274 e 252 professores participaram da pesquisa. Os dados foram coletados entre janeiro e maio de 2013. A análise de correlação mostrou que, tanto os indicadores quanto os fatores que foram analisados apresentaram resultados consistentes com os do modelo de referência. Os resultados mostram que os construtos complementares relacionados ao sentido do trabalho, também foram consistentes com as pesquisas anteriores que subsidiaram a construção do modelo sistêmico de análise da QVT.


Palavras-chave


QVT; Sentido do Trabalho; Professores Universitários.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v19i2.31720

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: