Análise da competitividade do agronegócio de flores no Município de Holambra (SP) sob o enfoque da concentração geográfica de empresas – arranjos produtivos locais.

João Pedro de Castro Nunes Pereira, Marly Cavalcanti, Marly Monteiro de Carvalho

Resumo


Este trabalho apresenta o estudo de caso visando entender como as relações inter e intra-organizações em uma
aglomeração local relacionada ao agronegócio podem resultar em ganho competitivo, vantagem competitiva apontada por Porter (1993 e 1998) e relações de governança segundo estudo de Williamson (1985) e Humphrey & Schmitz (2000).
O estudo de caso foi realizado no Município de Holambra (SP), um municipio com forte tradição na atividade cooperativista, muito influenciada pela imigração holandesa. Os resultados obtidos apontam para uma competitividade balizada pela estrutura produtiva local de um agricluster relacionado ao agronegócio de flores, apresentando alto índice de cooperação, principalmente, no que se refere às atividades específicas das unidades agrícolas de produção. Os resultados, também, apontaram para a existência de uma forte coordenação das atividades de produção e comercialização por parte de cooperativas. O Município de Holambra, atualmente, apresenta-se como pólo produtor e detentor da tecnologia de produção de flores e plantas de vaso, que o torna mais competitivo do que os demais centros produtivos, similares. Holambra é hoje um dos principais pólos produtivos e tecnológicos de flores no Brasil, contribuindo com cerca de 40% da produção nacional desse item e seus derivados e correlatos(bulbos, plantas de vaso, etc.), conforme dados apontados por Claro (1998). Este trabalho está dividido em cinco partes principais. A primeira parte, a conceituação teórica, irá apresentar as abordagens, hoje, existentes na literatura de conceitos de agronegócios, governança, arranjos produtivos locais e suas inter-relações com a busca da eficiência coletiva e seus reflexos na competitividade local. A segunda parte do trabalho apresenta um panorama geral do setor de flores no mundo e no Brasil e a importância da região de Holambra para a atividade, enfocando a questão histórica locacional. A caracterização do município estudado e a abordagem metodológica adotada são apresentadas na terceira parte do trabalho. A quarta parte do trabalho apresenta a discussão dos resultados e uma análise das relações de governança local e da estrutura do arranjo produtivo de flores no Município de Holambra, associados à sua matriz produtiva agrícola. O trabalho termina com as considerações finais a respeito do tema apresentado.

Palavras-Chaves: competitividade, agronegócio, Holambra, arranjos produtivos locais.

Abstract

This is a case study that envisions to understand how inter- and intra-organizational relationships in a particular local
cluster in agribusiness can result in competitive gain. For this, the concepts of competetive advantage raised by Porter
(1993 and 1998), and the relationships of governance according to Williamson (1985), and Humphrey and Schmitz (2000), were applied. The study was conducted in Holambra, São Paulo, Brazil. Heavily influenced by Dutch immigrants, this town carries a strong tradition of cooperative activities. The results obtained demonstrate a competitivity that is characterized by a local productive structure of “agricluster” of flower related industries, showing a high index of cooperation, especially those that are engaged in specific units of agricultural production. The results also show a strong coordination between production and commercial activities on the part of the cooperatives. The town of Holambra, actually demostrates itself as a producer pole, and an expert in the technology of flower and flower pot production, making it more competetive than other productive centers. Today, Holambra is one of the principal productive and technological poles of flower industry (and other related industries) in Brazil, contributing around 40% of the national production as confirmed by data provided by Claro (1988). This study is divided into five main parts. The first part, theory conceptualization, presents the existing concepts and the related literature on agribusiness, governance, local productive systems, and the relationship between each of
these concepts, that are applied in the study of collective efficiency as reflected in local competitivity. The second part offers a global overview of the flower industry, particularly in Brazil, and the importance of Holambra region to the industry.
Characterization of the town studied and the methodological concepts adopted for the study are presented in the third part.
The fourth part discusses the results and the analysis of the relationship between local governance and the structure of
productive system in Holambra. The final part presents the conclusions of the authors.

Keywords: Competitivity, agribusiness, Holambra, local productive systems.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v6i1.683

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: