ANÁLISE DA FORMAÇÃO CURRICULAR DOS CURSOS DE ADMINISTRAÇÃO OFERECIDOS POR INSTITUIÇÕES FEDERAIS NA ZONA DA MATA MINEIRA À LUZ DA RESOLUÇÃO CNE/CES N° 4 - DE 13 DE JULHO DE 2005

Gustavo Bastos Braga, Bruno Silva Olher, Francimar Natália Silva Cruz Reis, Adriel Rodrigues de Oliveira

Resumo


No final do século XIX a administração surge como profissão, no Brasil somente na década de 40 iniciam-se os primeiros cursos. Em voga na nação brasileira pelos os altos salários torna cada vez mais importante a discussão sobre o currículo do administrador. Essa conjuntura contribuiu para o escopo deste artigo, verificar as semelhanças e a adequação a realidade local das matrizes curriculares dos cursos superiores de administração oferecidos por instituições federais na Zona da Mata Mineira. Como uma abordagem teórica fez-se um apanhado histórico dos ciclos dos currículos de administração, sob a luz de autores como Andrade e AMBRONI, culminando em uma análise da legislação vigente. Para tal objetivo, utilizou-se uma abordagem quantitativa e qualitativa, através análise de frequência das cargas horárias dedicadas a cada eixo de competência de acordo com a Resolução CNE/CES n° 4, de 13 de julho de 2005, nos cursos estudados. Os resultados apontaram a presença de grades excessivamente distintas e, em alguns casos, não se preocupando em atender a necessidade local.

Palavras-chave


Matriz curricular; Administração; CNE/CES

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.20946/rad.v13i3.7796

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Flag Counter

Revista Administração em Diálogo - RAD
ISSN: 2178-0080

     

 

Apoio: