Conhecimento Etnoictiológico dos Pescadores Desportivos do Trecho Superior da Bacia do Rio Sorocaba

Flávia Cristina Tarcitani, Walter Barrella

Resumo


Com o objetivo de reconhecer e analisar o perfil e o conhecimento ictiológico do pescador esportivo no trecho Superior da Bacia do Rio Sorocaba localizada, no interior do Estado de São Paulo, 73 pescadores foram entrevistados através de questionários enquanto pescavam. Os questionários continham perguntas pessoais (idade, sexo, profissão); equipamentos e tecnologia de pesca; biologia das espécies capturadas e conhecimento sobre o meio ambiente. Os principais resultados foram a idade que varia de 12 a 75 anos com uma idade média de 46 anos (com desvio padrão de 12 anos); 71% dos entrevistados pescam semanalmente; as pescarias ocorrem predominantemente nos feriados. A melhor estação do ano para pescar é o verão; os peixes mais citadas foram a tilápia, o lambari, o cará e a traíra. As iscas naturais e artificiais utilizadas nas pescarias são: a minhoca, o bicho da laranja, o lambari, o siriri, a massa de trigo com batata doce; para a ceva os pescadores usam a quirela de milho, a ração de peixe e de coelho, restos de comida, arroz e milho verde. 79% dos peixes capturados são destinados a alimentação; 4% à tanques de criação; 5% para isca na pesca e 10% são devolvidos na água. Os principais equipamentos utilizados na pesca são a vara de bambu, o caniço com molinete, o anzol pequeno para a captura de peixes pequenos como o lambari, o anzol grande para a captura de peixes grandes como a traíra, linhas, chumbadas pequenas e médias e bóias. Segundo o relato dos pescadores entrevistados, os principais impactos ambientais que prejudicam a pesca esportiva foram em 34% a falta de fiscalização em relação a pesca ilegal com uso de tarrafa, em 36% o lixo na margem e na água, em 10% o despejo de esgoto na água, em 9% o desmatamento da mata ciliar e em 7% o fato de não devolver o peixe na água contribui para a escassez de peixes no rio.

Palavras-chave


etnoictiologia; peixes, pesca desportiva, Rio Sorocaba

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários