Efeito de subdoses de glifosato sobre germinação e desenvolvimento inicial do feijoeiro

Ryshardson Silva Geovane Pereira de Oliveira, José Elienir Nunes da Silva, Francisco Cristovão da Costa e Silva, Jessica Larissa de Souza Bezerra, André Luiz Melhorança Filho

Resumo


Objetivou-se avaliar o efeito de subdoses de glifosato sobre os estágios fenológicos iniciais e desenvolvimento de plântulas de feijoeiro. As pesquisas foram realizadas no Laboratório de Bioquímica e Nutrição Vegetal da Universidade Federal do Acre - UFAC, Campus Floresta, AC. Foi utilizada variedade de feijão carioca e cinco subdoses de glifosato (1,75; 3,5; 7,0 e 14,0 g e. a. ha-1) com uma testemunha utilizando água destilada, dispostas em um delineamento inteiramente casualizado. As sementes de feijão foram colocadas em papel germistest e feitas às leituras de comprimento de radícula e hipocótilo no decorrer do experimento. Foram avaliados a Percentagem de Germinação (PG), o Coeficiente de Velocidade de Germinação (CVG), o Tempo Médio de Germinação (TMG), e o Índice de Velocidade de Germinação (IVG). As subdoses de glifosato não apresentaram efeitos fitotônicos ou horméticos sobre nenhum dos índices analisados, sendo que nos parâmetros referentes ao crescimento e desenvolvimento inicial das plântulas de feijão, as baixas dosagens inibiram fortemente a formação de radícula e hipocótilo.

 



Palavras-chave


glifosato; hormese; Phaseolus vulgaris L; herbicida; inibição.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo