"ALTO" I "BAIXO": O GROTESCO CORPORAL E A MEDIDA DO CORPO

Jerusa Pires Ferreira

Resumo


Enfocamos aqui, com o apoio da teoria de Bahktin que contempla e explica a festa popular, o riso e o corpo desmedido, que, por si próprio, remete a princípios de transformação e subversão, de alegria e liberdade. Tomando o universo de Rabelais, o teórico russo situa a força da paródia, o alto e o baixo, o dialogam entre o social e o cósmico. Aproveitamos para acrescentar formulações do historiador e medievalista Aaron Gurevich, que, por sua vez, sugere outras perspectivas  a respeito do corpo grotesco e da cisão oficial/popular.  Também nos servimos da contribuição de Paul Zumthor, que, ao tratar da voz, situa no movimento e no inacabado a força c a transformação do corpo enquanto linguagem.  A partir daí, comentamos e situamos alguns materiais da tradição popular.


Palavras-chave


Alto/baixo; corpo desmedido; festa; história do corpo, transgressão, carnaval.

Texto completo:

PDF


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: