AS CONSTITUIÇÕES BURGUESAS E SEUS LIMITES CONTRA-REVOLUCIONÁRIOS

Vera Lucia Vieira

Resumo


O conservadorismo que caracteriza o século XIX europeu se manifesta no interior da Revolução Francesa, o que pode ser comprovado quando se analisam os preceitos da ordem legal que se institui constitucionalmente desde 1793. O conservadorismo das classes sociais que assumem a dominação na nova ordem social mantém, no discurso, o ideário radical do processo revolucionário francês. Mas a “aplicação” de preceitos como igualdade, liberdade e fraternidade, sob a égide de regimes autocráticos ou ditatoriais, consubstanciam a contradição entre o ideal de democracia e a legalidade liberal.

Texto completo:

PDF


________________________________________________________________________________________________________

Apoio:

 

Projeto História está indexada em: