A CONTRIBUIÇÃO DAS RENDAS DO TRABALHO E DOS PROGRAMAS DE TRANSFERÊNCIAS DE RENDA PARA A QUEDA DA DESIGUALDADE NAS ÁREAS URBANA E RURAL DO BRASIL : 2004-2008

João Bertoni Neto, Solange de Cassia Inforzato sw Souza, Carlos Roberto Ferreira

Resumo


Este artigo tem como objetivo avaliar o efeito das políticas de transferências de renda e de mercado de trabalho na desigualdade brasileira nos âmbitos urbano e rural, nos anos de 2004 a 2008. Para essa análise, utilizou-se os registros dos microdados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2004 a 2008, e a técnica de decomposição do índice de Gini efetuada por Ferreira(2003) e Ferreira; Souza(2008,2010). Com os resultados obtidos, verificam-se diferenças e semelhanças no comportamento dos elementos formadores da renda pessoal nas áreas urbana e rural. A renda do trabalho contribuiu para diminuir a desigualdade na área urbana, mas colaborou para a concentração de renda na área rural; as rendas derivadas das aposentadorias e pensões contribuíram para concentrar renda nas duas áreas da pesquisa, assim como as transferências condicionadas de renda contribuíram para a redução da desigualdade em ambos os setores rural e urbano no Brasil

Palavras-chave


Desigualdade de renda, mercado de trabalho, programas de transferência condicionada de renda

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: