COMPETITIVIDADE DAS IMPORTAÇÕES BRASILEIRAS DE ARROZ: UMA APLICAÇÃO DO MODELO DE DEMANDA RESIDUAL - 1994 A 2008

Jonatan Broll, Clailton Ataídes de Freitas, Daniel Arruda Coronel

Resumo


O objetivo deste trabalho é verificar a competitividade das importações brasileiras de arroz com casca provenientes do Uruguai, da Argentina e dos Estados Unidos. A metodologia utilizada é o modelo de Demanda Residual, a qual estima as regressões para cada uma das nações com o emprego de variáveis que mensuram os custos dos demais concorrentes, os fatores que estimulam a demanda, entre outros. São utilizados os procedimentos de estimação de 2SLS e SUR. Os resultados encontrados sugerem que todas as três nações ao comercializarem em território brasileiro apresentam poder de determinação dos preços de arroz com casca, embora pequenos

Palavras-chave


poder de mercado, comércio internacional, arroz com casca

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: