Crescimento pró-pobre: um estudo com dados em painel para o setor agrícola brasileiro

Ana Cristina Lima Couto, Alexandre Florindo Alves

Resumo


Este artigo tem como objetivo testar premissas do crescimento pró-pobre no meio rural brasileiro de 2004 a 2013, tendo como diferencial uma abordagem setorial para unidades da federação. Além de variáveis tradicionais, como renda e desigualdade de renda, foram incluídos valor médio das rendas não oriundas do trabalho e proporção de ocupados em atividades permanentes. Usando metodologia de dados em painel, analisou-se a elasticidade da pobreza em relação às variáveis citadas. Os resultados mostram que a renda tem o maior impacto na redução da pobreza entre os ocupados no setor agrícola, seguida pela queda da desigualdade de renda.


Palavras-chave


Setor agrícola; Crescimento pró-pobre; Dados em painel

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: