O sistema de Bretton Woods e a dinâmica do sistema monetário internacional contemporâneo

Giuliano Contento de Oliveira, Geraldo Maia, Jefferson Mariano

Resumo


O artigo discute o sistema de Bretton Woods e a dinâmica do Sistema Monetário Internacional depois do abandono do padrão dólar-ouro. Sustenta-se que o colapso do sistema de Bretton Woods legitimou a estruturação de um padrão de riqueza subjugado ao plano das finanças, ao invés da produção e do emprego. Neste sentido, a idéia de ressurgimento do sistema Bretton Woods (BW-2), baseado no esquema Centro-Periferia, onde o Centro emite a moeda internacional e funciona como intermediário financeiro (banco comercial) do mundo e a Periferia atua como região exportadora de produtos manufaturados que acumula superávits nas transações correntes com o Centro, mostra-se inadequada para captar as transformações e a dinâmica do Sistema Monetário Internacional contemporâneo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: