A contribuição das parcelas da renda para a desigualdade do rendimento domiciliar per capita em Minas Gerais de acordo com os dados do Censo Demográfico 2000.

Rosycler Cristina Santos Simão

Resumo


Este trabalho tem por objetivo analisar o impacto de diversos componentes da renda sobre o nível de desigualdade do rendimento domiciliar per capita em Minas Gerais, utilizando uma decomposição do índice de Gini sobre os dados do Censo Demográfico de 2000. Os dados do Censo demonstram uma intensa heterogeneidade entre as 12 mesorregiões mineiras, tanto em termos de desenvolvimento econômico como em composição da renda, que se reflete sobre a estrutura da desigualdade. Observa-se que, dos sete componentes da renda, três deles, o trabalho principal, aposentadorias/pensões e renda mínima/bolsa escola/seguro desemprego contribuem para diminuir a desigualdade, sendo que se destaca o papel da renda proveniente dos programas sociais para o combate ao problema.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores:

Nacionais:

pesquisa & debate


Internacionais: