Caseiras pentecostais: mulheres felizes

Teresinha Matos

Resumo


O artigo reproduz parte do terceiro capítulo da dissertação de mestrado Caseiras Pentecostais: Mulheres Felizes. O trânsito religioso em Vargem Grande Paulista. Reproduz o discurso de mulheres caseiras, residente no bairro do Tijuco Preto, em Vargem Grande Paulista, que deixaram a Igreja Católica e foram para o Pentecostalismo. Elas reclamam das inúmeras dificuldades no tempo católico, em especial problemas de saúde e de falta de emprego e, depois da adesão ao pentecostalismo, se declaram felizes.. As caseiras contam ainda um pouco do seu cotidiano de trabalhadoras residentes num bairro periférico da Região Metropolitana de São Paulo e as carências provenientes dessa situação, como escassez de transporte público, hospitais e obstáculos para chegar à escola.

Palavras-chave


caseiras; trânsito religioso; saúde; Pentecostalismo e Tijuco Preto.

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.