A QUEDA DO SIMBÓLICO NA VIDA CONTEMPORÂNEA: UMA INTERPRETAÇÃO DA RELAÇÃO DOS SUJEITOS COM OS SÍMBOLOS DA IGREJA MATRIZ DE AMERICANA

Marcel Henrique Rodrigues

Resumo


Mediante uma pesquisa bibliográfica sobre os “Símbolos Religiosos e Psicologia”, surgiu a curiosidade de uma investigação mais aprofundada sobre o tema. Parte-se do pressuposto de que, na contemporaneidade, exista certa exclusão dos símbolos religiosos, bem como o seu não entendimento por parte das pessoas. Esta pesquisa, como se verá, tem como ponto de partida os princípios da simbologia, com a análise de seu enfoque psicológico. Grandes nomes da Psicologia, como Freud e Jung, dedicaram-se ao estudo desse tema. Também serão expostos neste trabalho os argumentos de grandes estudiosos das Religiões, como Campbell e Mircea Eliade. Durante a leitura deste trabalho, o leitor perceberá o grande interesse dos indivíduos por esse tema, mas ao mesmo tempo, um completo desconhecimento do assunto por essas pessoas.

Palavras-chave


Simbologia; Religião; Psicologia

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.