A RELIGIOSIDADE NA ARTE VISIONÁRIA DE ALEX GREY: UMA COMPREENSÃO JUNGUIANA

Fernando Rocha Beserra

Resumo


Alex Grey é um artista contemporâneo que faz parte de um movimento de artistas que autodenominou sua produção artística como Arte Visionária. Em 2001, Laurence Caruana publicou o Manifesto da Arte Visionária. O objetivo do artigo foi investigar as relações entre as artes visionárias e as experiências de religiosidade narradas por integrantes do movimento artístico, em especial o pintor Alex Grey. Para compreensão da religiosidade na Arte Visionária foi utilizado, para fundamentação interpretativa, a psicologia analítica. Analisou-se, através dos relatos do próprio Alex Grey, que o uso do psicodélicos e outras catalisadores de Estados Não Ordinários de Consciência (ENOC) modificou radicalmente sua vida e obra, fomentando uma cosmovisão religiosa e um estilo singular de realizar suas obras.

Palavras-chave


Alex Grey; Arte Visionária; Religiosidade; Estados não ordinários de consciência; Psicologia Analítica

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.