AJOELHOU NÃO PODE REZAR: LAICIDADE, RELIGIÃO E CIBERCULTURA

Rogério Fernandes da Silva

Resumo


Este artigo é fruto da pesquisa de mestrado onde temas sobre laicidade e religião foram predominantes. A metodologia foi a utilização de dois textos online de um jornal de grande circulação para exemplificar como está estabelecida a discussão do Estado laico na Internet. Essas duas fontes servem como uma pequena amostra. Em 2012, foram feitas duas colunas online na Folha de São Paulo que demonstraram intolerância a determinada manifestação religiosa pública e repercutiram nas redes sociais. Neste caso, a reação negativa dos colunistas foi à oração do pai-nosso da seleção brasileira de vôlei feminino na Olimpíada de Londres. O momento religioso foi visto como uma afronta ao Estado laico. Então, através deste episódio, podemos refletir sobre a mudança no campo religioso brasileiro e os novos atores que surgiram diante do avanço da secularização em alguns segmentos da sociedade. E neste caso, aparentemente, a discussão sobre Estado laico, fora da academia, é embrionária e superficial.

Palavras-chave


laicidade; ateísmo; religião; política; conflito

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.