A QUESTÃO DA MELANCOLIA NA HISTÓRIA E NA PSICOLOGIA: UMA ANÁLISE A PARTIR DA “MELANCOLIA I” DE DÜRER

Marcel Henrique Rodrigues

Resumo


O presente trabalho é fruto de uma investigação de mestrado que tem como base a análise hermenêutica da gravura “Melancolia I”, obra do renascentista Albrecht Dürer.  Feita uma análise prévia da gravura, nos deparamos com uma incrível quantidade de símbolos que, ao que tudo indica, nos remetem às concepções místico-religiosas. No entanto, este trabalho não se deterá na análise dos símbolos da gravura, mas na própria problemática da melancolia, que fornece o nome à obra. Ao adentrar no âmbito da melancolia como disposição psicológica, nos deparamos com uma longa tradição de estudiosos que se dedicaram ao seu estudo desde a Antiguidade. Sendo assim, este artigo visa recuperar, em linhas gerais, a maneira como a melancolia foi estudada no decorrer da História, bem como apresentar, em um segundo momento, uma discussão sobre a melancolia no cenário da Psicologia, sobretudo na Psicanálise. Como metodologia, utilizamos uma literatura específica dentro da História da Ciência, que trata da melancolia desde a Antiguidade até a Era Contemporânea.

Palavras-chave


Melancolia; Albrecht Dürer; Psicologia; História

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.