O suicídio assistido e o exercício da enfermagem

Renata Rabello de Oliveira, José Eduardo de Siqueira, Cláudio Cohen

Resumo


Este artigo traz como tema central a discussão da prática do suicídio assistido. É um tema relativamente recente, porém, complexo e controverso. O suicídio assistido ocorre quando uma pessoa, que não consegue realizar sozinha sua intenção de morrer, solicita auxílio de uma outra pessoa para concretizá-lo. Esta prática vem senda aceita por alguns países e realizada por alguns profissionais em clínicas especializadas. O direito de decidir sobre o fim da vida e o valor que é atribuído ao sofrimento vivido são os principais questionamentos relativos a este tema. Paralelo a esta discussão, faz-se uma reflexão sobre a atuação do profissional enfermeiro nesta prática. Hoje, o profissional convive com este problema ético trazendo grande conflito com seus valores morais pessoais.


Palavras-chave


suícidio assistido; eutanásia; autonomia pessoal; bioética; enfermagem

Texto completo:

PDF

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



Apoio: ..............................................................................................................................................

    

Fundação São Paulo - Hospital universitário

 



 

Rev. Fac. Ciênc. Méd. Sorocaba, Sorocaba, SP, Brasil, e-ISSN 1984-4840

A Revista da Faculdade de Ciências Médicas de Sorocaba está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.