Sobre a aquisição tardia de QU in situ em Português Brasileiro

Elaine Grolla

Resumo


Este estudo analiza a aquisição de interrogativas com o elemento QU in situ em Português Brasileiro. Tento dar conta do fato de a criança produzir tais interrogativas muito tardiamente, se comparado com a produção de outros fenômenos que ocorrem na periferia esquerda da sentença. Tal fato é considerado surpreendente, uma vez que foi constatado em outros trabalhos que, em PB adulto falado, tais construções são relativamente freqüentes (cf. Lopes-Rossi (1996)). Apresento uma análise para os dados da criança, sugerindo que no curso da aquisição a criança altera a marcação inicial do parâmetro que regula esta operação. Tal remarcação é desencadeada pela identificação de uma pista presente no input. Concluo que a postulação de tal remarcação é crucial se quisermos explicar os dados de aquisição apropriadamente.

Palavras-chave


aquisição de linguagem; perguntas-QU in situ; teoria baseada em pistas

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S0102-44502005000100003

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Revista Delta-Documentação e Estudos em Linguística Teórica e Aplicada ISSN 1678-460X